10 setembro, 2009

Vazou a carta que a Globo enviou aos seus artistas, veja na íntegra

CARTA NA ÍNTEGRA

Rio de Janeiro, 10 de setembro de 2009.

POLÍTICA PARA USO DE MÍDIAS SOCIAIS

Com o objetivo de proteger seus conteúdos - fruto do esforço individual de centenas de colaboradores - da exploração indevida por terceiros, assim como preservar seus Princípios e Valores e a independência da sua linha editorial, a expansão de novas plataformas "virtuais" nos leva a reforçar normas que já devem prevalecer quanto aos demais veículos de comunicação tradicionais.
Neste sentido, a política para o uso das chamadas mídia sociais (blog, twitter, facebook etc.) pelos contratados da Rede Globo segue, rigorosamente, a mesma regra geral determinada para as demais formas de manifestação pública:
· A divulgação e ou comentários sobre temas/informações direta ou indiretamente relacionados às atividades ligadas à Rede Globo; ao mercado de mídia e ao nosso ambiente regulatório, ou qualquer outra informação/conteúdo obtidos em razão do relacionamento com a Rede Globo são vedados, independentemente da plataforma adotada, salvo expressamente autorizada pela empresa.
· A hospedagem em Portais ou outros sites, bem como a associação do nome, imagem ou voz dos contratados da Rede Globo a quaisquer veículos de comunicação que explorem as mídias sociais, ainda que o conteúdo disponibilizado seja pessoal, só poderá acontecer com prévia autorização formal da empresa.
· O uso de ferramentas associadas a um produto da empresa dependerá de avaliação e aprovação da direção de cada área, cabendo a esta definir sua linha editorial - de acordo com as diferentes características da área de trabalho -, zelando pelo cumprimento dos nossos Princípios e Valores, da nossa política comercial e pelas questões legais que podem envolver a atuação em veículos de relacionamento pessoal.
· As Promoções relativas à grade da emissora são de responsabilidade exclusiva dos canais oficiais dos programas e das áreas com essa função.
· A presença individual e particular dos nossos contratados deve se restringir, se desejada, exatamente a este universo, estando totalmente desvinculada da atuação na Rede Globo, nem tampouco associados a outros veículos de comunicação. Se essa separação clara não puder ser estabelecida, o uso dessas mídias fica inviabilizado.
Esclarecemos, por fim, que, salvo na hipótese de acordo formal ou de citação de fonte jornalística, nossos programas, telejornais e peças de promoção ou divulgação jamais remeterão nossos telespectadores para plataformas de terceiros.
Fonte: Globo Fail

Obs.: A direção do BR Televisão esclarece que é totalmente contra qualquer tipo de censura, não concordando com a postura adotada pela Rede Globo.
Entendemos que desta maneira os artistas e funcionários são levados por força maior a pensar e se expressar conforme a direção da emissora deseja, sendo que esta visa apenas seus interesses comerciais.

3 comentários:

Salma Flora disse...

Na Record é a mesma coisa. Novos contratos são assinados pelos atores proibindo-os de liberdade

Edgar disse...

Muito normal, não vejo como censura. A empresa em que eu trabalho tbm proibiu uso de redes sociais para divulgar opiniões, relativas as empresas em que trabalho. Isso se chama Imagem Institucional.

Rafael disse...

CQC nunca deu mais audiência quanto agora... que todos eles tem twitter =)